Representações de batalhas – Montes Claros, 1665

As gravuras de época constituem muitas vezes boas fontes documentais. No entanto, as que pretendem mostrar o desenrolar de uma batalha no seu conjunto foram frequentemente objecto de demasiada “liberdade artística”, quer na composição formal da cena, quer nos pormenores que representam. Um bom exemplo dessa distorção é esta gravura italiana que pretende representar a batalha de Montes Claros (ou de Vila Viçosa, como também ficou conhecida), em 17 de Junho de 1665. Nela se encontram características comuns neste tipo de documento iconográfico: pouco realismo ou fantasia total na representação dos pormenores geográficos do campo de batalha, estilização da representação das unidades, aglomeração das formações militares, conferindo um aspecto bastante congestionado ao campo de batalha.

Imagem: Batalha de Vila Viçosa. Gravura italiana, c. 1665. Biblioteca Nacional, Iconografia, E1053V