Governadores das Armas – Portugal – Província da Beira

Painel

A província da Beira foi dividida em dois partidos (distritos militares) em 1647, dando seguimento às petições dos povos nas Cortes de 1645-1646. Cada um passou a ter o seu próprio governador das armas. A vila de Alfaiates foi tomada como referência para a divisão. O partido setentrional era denominado como partido de Riba Coa ou Almeida e compreendia as comarcas da Guarda, Pinhel, Lamego, Esgueira e a praça de Sabugal (por motivos práticos, apesar de esta pertencer à comarca de Castelo Branco). O partido meridional era designado por partido de Penamacor ou Castelo Branco e compreendia as comarcas de Castelo Branco, Viseu e Coimbra.

1641 – D. Álvaro de Abranches da Câmara.

1641-1642 – João de Saldanha de Sousa (tenente-general da cavalaria, interino).*

1642-1643 – Fernão Teles de Meneses.

1643-1645 – D. Álvaro de Abranches da Câmara.

1645-1647 – D. Francisco de Mascarenhas, Conde de Serém.

Partidos

Riba Coa ou Almeida

1647-1656 – D. Rodrigo de Castro (mais tarde, 1º Conde de Mesquitela).

1656 – João de Melo Feio (interino).

1656-1658 – D. Rodrigo de Castro (mais tarde, 1º Conde de Mesquitela) – comando único dos dois partidos.

1658-1659 – D. Sancho Manuel de Vilhena (mais tarde, Conde de Vila Flor) – comando único dos dois partidos.

1659-1660 – D. João Forjaz Pereira, 1º Conde da Feira.

1660-1662 – Manuel Freire de Andrade, tenente-general da cavalaria.

1662 – João de Melo Feio.

1662-1663 – D. Sancho Manuel de Vilhena, Conde de Vila Flor – comando único dos dois partidos.

16631668 – Pedro Jacques de Magalhães (mais tarde, 1º Visconde de Fonte Arcada).

Penamacor ou Castelo Branco

1647-1654 – D. Sancho Manuel de Vilhena (mais tarde, Conde de Vila Flor).

1654-1656 – D. Nuno da Cunha de Ataíde (tenente-general da cavalaria).

1656-1658 – D. Rodrigo de Castro (mais tarde, 1º Conde de Mesquitela) – comando único dos dois partidos.

1658-1659 – D. Sancho Manuel de Vilhena (mais tarde, Conde de Vila Flor) – comando único dos dois partidos.

1659-1661 – D. Sancho Manuel de Vilhena (mais tarde, Conde de Vila Flor).

1661 – João de Melo Feio.

1662-1663 – D. Sancho Manuel de Vilhena, Conde de Vila Flor – comando único dos dois partidos.

1663-1668 – Afonso Furtado de Mendonça (mais tarde, 1º Visconde de Barbacena).

* “Foi João de Saldanha o primeiro que na Província da Beira introduziu a cravina e pistola, mandou nela lavrar muitas, onde costumam ser as melhores, especialmente as de Viseu.” (João Salgado de Araújo, Successos Militares das Armas Portuguesas em suas fronteiras depois da Real acclamação contra Castella. Com a geografia das Prouincias, & nobreza dellas, Lisboa, Paulo Craesbeeck, 1644, pg. 121 v).

Imagem: Infantaria portuguesa; pormenor do painel referente à batalha de Montijo, “Biombo dos Viscondes de Fonte Arcada”, in Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa.

Advertisements

3 thoughts on “Governadores das Armas – Portugal – Província da Beira

  1. Caro Jorge P. Freitas

    Mais uma vez felicito pelo seu blogue e pela ajuda que me tem dado na pesquisa. Contudo tenho uma questão, Afonso Furtado de Mendonça não foi Governador de Armas da Beira, no Partido de Penamacor entre 1663 a 1668? É que o decreto encontrado no Conselho de Guerra, nº109 de 11 de Setembro de 1663 é explicito em relação a tal.
    “(…)os nomeyo por gouernadores das armas dos dous partidos della, ficando Afonso Furtado no de Penamacor, e P.º Jacques de Magalhães no de Almeyda, tudo na forma em que já estiveraõ diuididos estes dous partidos(…)”.

  2. Caro Tiago Alves,

    Muito agradeço o seu comentário. Tem inteira razão na sua observação: foi um lapso meu, a atribuição do comando único a Pedro Jacques de Magalhães e a inclusão dos dois governadores interinos em Penamacor, durante o período de governo de Afonso Furtado de Mendonça. Aliás, um documento inglês que transcrevi parcialmente em O Combatente… refere o governo de Furtado de Mendonça em 1666. O artigo será prontamente corrigido.

    Muito obrigado pela colaboração e pelo reparo.

    Cumprimentos

  3. pesquisando minha genealogia encontrei meu tataravo nascido em Provincia de Beira em 1802,gostaria de saber onde encontrar documentos da ep0ca ja que ela foi dividida.grato aguardo retorno Pereira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s