Postos do exército português (18) – o general da cavalaria

Wouwerman

O posto de general da cavalaria correspondia a um dos quatro principais postos de qualquer exército provincial. A designação original, capitão-general da cavalaria, quase nunca era referida, acabando por impor-se definitivamente, com o passar do tempo, a designação abreviada de general da cavalaria.

Nem sempre o comandante supremo da cavalaria de uma província era o general. Quando os efectivos eram pouco numerosos, como sucedeu nos primeiros anos da guerra nas províncias do norte de Portugal, o comando podia recair num tenente-general, num comissário geral ou mesmo num capitão. Houve ocasiões em que esse cargo específico de comando, exercido com patente inferior a general, recebeu a designação de governador da cavalaria.

Sendo um posto de tanta importância, estranhou Joane Mendes de Vasconcelos que a proposta de Ordenanças Militares de 1643 não previsse, no capítulo respeitante ao general da cavalaria, que a este posto pudessem ascender imediata e preferencialmente os tenentes-generais da cavalaria. Uma lacuna de monta – passe a brincadeira semântica – a que o experiente Joane Mendes fez pronta referência e correcção no seu comentário:

Não se faz memória neste título [capítulo] dos que houveram sido tenentes-generais da cavalaria, para serem consultados em generais dela, sendo certo que estes devem nas consultas preferir a todos os outros [ou seja, ter precedência sobre os outros postos – o capítulo dava os capitães de cavalos e mestres de campo como postos a partir dos quais se poderia ascender a general, omitindo inclusive o posto de comissário geral], assim pelo conhecimento que devem ter mais próprio daquele exercício, como porque na cavalaria este é o posto imediato ao general dela, e também os generais da artilharia, em quem de ordinário [ou seja, habitualmente] concorrem grandes serviços.

Bibliografia: AIRES, Cristóvão, Historia Organica e Politica do Exercito Português – Provas, vol. IV, Lisboa, Imprensa Nacional, 1908, pg. 53.

Imagem: Philips Wouwerman, “O assalto a Coevorden”. Note-se a cavalaria dando cobertura às tropas de infantaria que se lançam, com escadas e outros apetrechos, ao assalto das fortificações.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s