Efectivos do exército da província do Alentejo em Setembro de 1661 (Parte 1 – a Infantaria)

Em 9 de Setembro de 1661 foi passada uma mostra a todas as unidades pagas do exército da província do Alentejo (excluindo a artilharia, cuja especificidade não obrigava a participar nesta revista geral, como hoje se diria). São raros os documentos sobreviventes que nos permitem ter uma percepção detalhada das forças que compunham, a um dado momento, o exército de uma província.

Devido às características do WordPress, que torna difícil a apresentação de múltiplas tabelas pré-formatadas, o rol das forças será dividido em várias partes.

Algumas notas sobre os mestres de campo apresentados na lista: D. Luís de Meneses seria, como é sabido, o futuro 3º Conde de Ericeira; D. Pedro, o Pecinga (ou Opecinga como também surge em vários documentos) era um nobre napolitano que havia servido o rei Filipe IV de Espanha, mas que se encontrava homiziado em Portugal devido a um crime cometido no reino vizinho e servindo a monarquia portuguesa; e Francisco Pacheco Mascarenhas, que anteriormente fora capitão de cavalos, comandara a última companhia em que serviu o memorialista Mateus Rodrigues.

Fonte: ANTT, Conselho de Guerra, Consultas, 1661, maço 21, “Relação dos Officiais, e Soldados da Infantaria e Cauallaria deste Ex[érci]to que se acha effectiua, Conforme consta dos roes de Lista da ultima m[ost]ra, que se lhes passou na maneira seguinte”.

Imagem: Mais uma perspectiva da excelente maquete representando piqueiros e mosqueteiros suecos do período da Guerra dos 30 Anos (1618-1648), presente no Museu Militar de Estocolmo. Foto de JPF.

Terços de Infantaria

[Abreviaturas: MC – Mestre de Campo; Of – Oficiais; Sold – Soldados]

Terços

Of

Sold

Total

MC D. Luís de Meneses 90

880

970

MC D. Francisco Mascarenhas

103

737

840

MC D. Pedro, o Pecinga (ou Opecinga)

98

607

705

MC D. Jorge Henriques

82

366

448

MC João Leite de Oliveira

86

550

636

MC D. Pedro Mascarenhas

92

415

507

MC Agostinho de Andrade Freire

101

670

771

MC Pedro de Melo

71

361

432

MC Francisco Pacheco Mascarenhas

66

271

337

MC Fernão da Mesquita Pimentel

78

377

455

Totais

867

5234

6101

2 thoughts on “Efectivos do exército da província do Alentejo em Setembro de 1661 (Parte 1 – a Infantaria)

  1. Caro Jorge Freitas,
    Bem haja pela resposta ao meu comentário no post anterior, acerca de Salvaterra.
    A História e os nomes semelhantes pregam-nos partidas. Estou a fazer uma pesquisa acerca do Frei Lopo Pereira de Lima que alguém diz ter sido nomeado Governador de Salvaterra do Extremo mas que há vária literatura que parece dizer que, de novo, é Salvaterra da Galiza. Quando terminar essa pesquisa, penso enviar-lha. Fará com ela o que melhor lhe aprouver.
    Aproveito para lhe deixar os meus parabéns pela excelente qualidade e aceitação deste blogue.
    João Celorico

  2. Uma vez tive um sonho muito real. Acordei falando esta data: 08-09-1661.
    E os trajes da foto são muito semelhantes ao sonho que tive.
    No sonho os soldados estavam em guerra. Havia muita correria de um lado para o outro.
    Muita poeira.
    Eu era um homem . A cor da minha roupa, era dar cor do segundo soldado da direita para esquerda, um tom de terra.
    Se alguém souber alguma coisa a mais dessa epóca, por favor me mande e-mail.
    Obrigada! Lutiéli.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s