Martim Afonso de Melo, 2.º Conde de S. Lourenço

Retrato de Martim Afonso de Melo, 2.º Conde de S. Lourenço (c. 1600-1671), na Galeria dos Ofícios, em Florença.

Foi por três vezes governador das armas da província do Alentejo (1641-1643, 1647-1650 e 1657-1658). Desempenhou um importante papel na reorganização da cavalaria portuguesa, a nível operacional, aquando da sua segunda passagem pelo governo das armas. Seria menos feliz na derradeira, num período muito atribulado: comandando o exército de socorro a Olivença, não conseguiu evitar a perda daquela vila em 1657.

Anúncios