Um pequeno desvio cinematográfico – “Capitão Alatriste”

Não está directamente relacionado com a Guerra da Restauração, mas não deixa de ser interessante para quem gosta de filmes de época (neste caso, do mesmo período daquele conflito). “Capitão Alatriste” baseia-se na obra homónima do escritor espanhol Arturo Pérez-Reverte. O filme, realizado por Agustín Díaz Yanes, foi distinguido com três prémios Goya 2007. O papel de Diego Alatriste é desempenhado (e muito bem) por Viggo Mortensen, actor que os cinéfilos conhecem, por exemplo, da trilogia “O Senhor dos Anéis”.

A acção desenrola-se entre 1622 e 1643, durante a guerra entre a Espanha de Filipe IV (na verdade, até Dezembro de 1640, a monarquia dual ibérica – e mesmo depois dessa data, com a participação de muitos portugueses) e a França de Luís XIII. É uma história de intriga, traição, duelos e batalhas, com uma fotografia soberba. A reconstituição da batalha de Rocroi será, porventura, a parte menos conseguida do filme, devido ao reduzido número de figurantes, mas é um pormenor perfeitamente desculpável no conjunto da obra. Edição em DVD, da Lusomundo, para maiores de 12 anos e legendado em português. Recomendado.